Nova York (parte 1): Aeroporto


E aí pessoal!! 

Eu vou contar pra vocês como foi minha viagem pra Nova York (como o post ia ficar muito grande eu decidi que vou fazer em partes) começando com a chegada ao Aeroporto Internacional de Garulhos. Nova York foi minha primeira viagem sozinha, eu tinha 15 anos e fiquei na cidade por um mês. 

Eu sempre viajo durante a noite e é bem gostoso, já que dá pra assistir alguns filmes no avião (toda vez tem uns filmes que ainda estão em cartaz nos cinemas!) e depois dormir um pouco. O meu vôo era direto pra Nova York, que era meu destino final e o embarque começava às 20:40. 

O aconselhável em viagens internacionais  é que os passageiros cheguem com no mínimo três horas de antecedência, para fazer o check-in e passar pela Polícia Federal sem se preocupar em perder o vôo. Eu fiz isso, cheguei cedo e ainda comi uma pizza com a minha família e depois nos despedimos. 

Eu estava toda preocupada em organizar tudo, ter os documentos em mão e não esquecer de nada. Consegui passar super rápido pelo detector de metais e em seguida era a Polícia Federal (onde você mostra o passaporte e –  no meu caso, por estar viajando sozinha – as autorizações dos meus pais para eu poder viajar). 

Eu vi uma fila imensa e olhei no relógio. 20:20. #Socorro!!! A única coisa que eu conseguia pensar era se daria tempo. Os minutos iam passando e a fila nada de andar, então liguei pra minha mãe. Ela me disse pra não me desesperar e perguntar se podiam me deixar passar na frente, mas que se não desse eu pegaria o próximo vôo. Mas mesmo assim, eu não estava muito calma… E pra piorar, o funcionário do aeroporto me disse que eu tinha que esperar na fila (o que entendia, já que todo mundo lá tava na mesma situação). 

Faltando 5 minutos pro meu embarque a fila resolveu andar rápido e eu consegui passar por todo o processo. Eu olhei pra minha passagem e eu não podia acreditar: agora faltando 2 minutos pro meu embarque, eu descubro que o meu portão é o 24, o ÚLTIMO! Essa não! 

Eu corri tanto, mas tanto… Só percebia uns olhares estranhos na minha direção. Eu cheguei ao portão e fui a última a embarcar. Ainda bem que tinha dado certo! Sentei na minha cadeira do avião e senti todos os meus músculos relaxarem. Depois disse só liguei pra minha mãe pra falar que estava tudo bem e já fui assistir os filmes. 

Por isso, sempre chegue cedo ao aeroporto e faça tudo o que tem que ser feito antes de qualquer outra coisa, por que acredite em mim, você não quer passar pelo mesmo que eu. Ou perder o vôo. 

E você, já passou por isso?

Beijos!!!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s